Fólio Digital

(21) 2558 - 2326

© 2019 by Folio Digital. Created with Wix.com

NOSSAS REDES SOCIAIS

  • Twitter
  • Instagram

@folio.digital

O melodrama apresenta-se como matriz cultural atuante em narrativas do cinema, da literatura e da canção, mais propriamente nas chamadas canções românticas, que falam do amor, da paixão, do encontro, da felicidade na realização amorosa, do ser amado e também dos percalços do sentimento amoroso, como a sua impossibilidade, a desilusão, o ciúme, a traição, o sofrimento. As matrizes culturais expressam universalidades, tradições, memórias e resgatam seletivamente na Modernidade traços de um passado e de um tempo aparentemente perdidos, sendo capazes de ativar mecanismos coletivos de identificações e apropriações.

 

Por serem dinâmicas, elas se mesclam e se adaptam no transcorrer histórico destituindo elementos e incorporando outros. Desta forma é que percebemos a presença desta matriz cultural melodramática em boleros e sambas-canções dos anos 1940-50, como também em versões mais recentes do samba romântico, ou na transnacional balada.

 

Perceber a complexidade histórica e social de matriz melodramática na composição daquilo que neste livro estamos chamando de canções românticas na América Latina implica pensar e se utilizar de uma noção de cultura desprendida de um viés elitista, abstrato ou hierárquico.

(Simone L. Pereira)

Canção romântica

REF: 9788561012762
R$ 40,00Preço
  • Título: Canção romântica: intimidade, mediação e identidade na América Latina

    Autoras: Martha Ulhôa e Simone L. Pereira (org.)

    Ano: 2016

    Edição: 1ª edição

    Idioma: Português

    Especificações: 176 páginas. Brochura, 15,5 x 23 cm.